A história não contada que envolve o nome de Bretas na eleição do amigo Wilson Witzel para o governo do RJ

O juiz federal Marcelo Bretas, em entrevista ao programa Em Foco, da GloboNews, em 2019. — Foto: Reprodução/GloboNews

Advogado que usava nome do juiz da Lava Jato do Rio para abrir portas ameaçou de prisão Eduardo Paes, outro postulante ao cargo.

Fonte: g1.globo.com

Uma trama que envolve o nome do juiz Marcelo Bretas nas eleições para governador do Rio, em 2018, ainda não foi contada.

Um advogado que abria maçanetas usando o nome do juiz da Lava Jato do Rio marcou um encontro com o então candidato Paes e foi direito ao ponto:

“Nosso candidato é o Witzel. Se você pegar pesado na campanha contra ele, nós vamos te prender.”

Paes não cita este episódio na reclamação disciplinar que levou Bretas ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – que, na terça-feira (28), afastou o juiz do cargo por desvio de conduta. Mas, se indagado, não contesta.

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários