Monitorada por tornozeleira eletrônica e exaltando orgulho patriota

Liberdade após ataques à Democracia do dia 8 de janeiro

Idosa do Mato Grosso presa no acampamento volta para casa e é recebida em clima de festa. Com as mãos ao alto – vibrando de alegria; e monitorada por tornozeleira eletrônica.

A senhora que aparece eufórica no vídeo faz parte do grupo de pessoas presas em Brasília pelos atos criminosos contra os Três Poderes em 8 de janeiro.

Em certo momento é possível ouvir algumas falas: “Firme e forte, como sempre fui e voltei; com muito orgulho”.

A senhora chega dizer sentir orgulho de usar a tornozeleira eletrônica, manifestando o sentimento em voz e em gestos – batendo na tornozeleira. “Olha aqui gente, olha olha – Não chorei nem uma vez; estou com Wi-Fi e com muito orgulho”.

É possível também ouvir em outra parte do vídeo, uma das pessoas que está próxima a senhora dizer: “Isso aqui é símbolo de guerra (…) muito orgulho de usar, gente!”.

As 1.398 pessoas presas em Brasília pelos atos criminosos contra os Três Poderes em 8 de janeiro já custaram cerca de R$ 1,3 milhão aos cofres públicos. Isso porque, segundo informações da Casa Civil do Distrito Federal, um preso custa em média R$ 2.450 por mês. Os custos envolvem alimentação, segurança, transporte, kits de higiene, colchão, atendimento médico, entre outros.

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários