Bolsa Presença reforça a segurança alimentar e movimenta a economia na Bahia

Fonte: http://estudantes.educacao.ba.gov.br/

O Programa Bolsa Presença reforça a segurança alimentar das famílias dos estudantes da rede estadual de ensino inscritas no CadÚnico e em condição de vulnerabilidade socioeconômica. Cada família beneficiada recebe R$ 150 por mês, acrescidos de R$ 50 a partir do segundo aluno matriculado, para assegurar que eles permaneçam na escola. Além disso, o valor destinado também ajuda a movimentar a economia no Estado. Para este ano, o Governo da Bahia destinou R$ 700 milhões ao Bolsa Presença e, nesta quarta-feira (15), mais de 298 mil estudantes da rede estadual de ensino receberam o primeiro crédito do programa referente ao ano letivo 2023.

Este é o caso da operadora de telemarketing, atualmente desempregada, Jamile Silveira Correia, 39, mãe do estudante Luis Eduardo de Souza, que cursa o 8º ano, no Colégio Estadual de Tempo Integral São Daniel Comboni, em Salvador. “Minha família é beneficiária desde o início do programa e continuamos a receber o valor até hoje. O Bolsa Presença vem transformando as nossas vidas, pois ajuda a complementar a renda familiar com a compra de alimentos. Acho esse programa muito importante, porque ajuda muitas famílias como a nossa”, disse.

Com o valor, os beneficiados podem comprar alimentos, materiais de limpeza e remédios, nas lojas credenciadas do cartão Alelo, ou utilizar em outras necessidades da família ou do estudante. A transferência de renda para as famílias também vem impulsionando a economia em toda a Bahia, como informou o gerente Delival Santos, do Mercadinho Silva, localizado no bairro do Cabula, em Salvador. “A utilização do cartão do Bolsa Presença fez aumentar o número de clientes e das vendas no estabelecimento. Muitos pais vêm com os seus filhos comprar alimentos, como feijão, arroz, frutas, legumes, biscoito e outros, estimulando ainda mais o comércio local”, comemorou.

Sobre o programa – A concessão do benefício está vinculada à assiduidade nas aulas ministradas pela unidade escolar em que o aluno está matriculado; à participação obrigatória dos alunos nas avaliações de aprendizagem promovidas pela unidade escolar, visando orientar o acompanhamento pedagógico; e à manutenção dos dados cadastrais atualizados na unidade escolar e de sua família no CadÚnico.

NOTÍCIA RELACIONADA

Governo anuncia pagamento do Bolsa Presença para 298 mil estudantes

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários