Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

Vermelho e Preto Cores: EXU Orixá Regente 2023

A arte do amor celebra todas as cores, ritos e axés

O artista plástico Ed Ribeiro – Pintor dos Orixás manda seu axé em celebração a todas as cores e fé

Eu que ando vestido, sempre cheio de contas, cheio de guias – divulgando a cultura afro-brasileira, passo o dia a dia com preconceito imenso.

Ed Ribeiro

A data reforça a necessidade de manter-se resistente diante dos atos de intolerância; no entanto, reforça também a necessidade da prática religiosa no seu sentido de origem – religare, ligar novamente, retornar às origens, ou seja, ao criador.

O dia 21 do mês de janeiro celebra o dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, sancionada pela Lei n. 11.635, de 2007 e que busca dar visibilidade para a questão.

Um sábado marcante, especialmente, para as religiões de matriz africanas –

Principais alvos de crimes praticados por quem não respeita a liberdade religiosa.

De acordo com informações do Ministério dos Direitos Humanos, apenas em 2022 existiu um aumento de 45% nos ataques em relação ao ano de 2020, no total foram 1.200 ataques de intolerância religiosa.

Diante de expressivos números – a Lei sancionada em janeiro de 2023 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, agora equipara o crime de injúria racial ao crime de racismo e também protege a liberdade religiosa – é comemorada por adeptos das religiões de matriz africanas e que dão axé ao Orixá Regente 2023.

Agora, com a mudança, a lei prevê uma pena de 2 a 5 anos para quem impedir e empregar violência contra qualquer prática religiosa. Antes a lei previa de 1 a 3 anos de prisão.

“Eu sinto na pele, não no ouvido – mas nos olhares, nos cochichos, a intolerância religiosa.”

Babalorixá Gleidson: da cidade do Recife, Imbiribeira/zona sul 

O artista plástico Ed Ribeiro Pintor dos Orixás – gravou um vídeo para o site 071Notícias em celebração a data, e nos conta em seu relato, um pouco dessas cores que deseja um dia não ver mais existir – as cores da intolerância:

Vermelho e Preto Cores: EXU Orixá Regente 2023

Edmilton da Cruz Ribeiro, mais conhecido como “Ed Ribeiro”, nasceu em 4 de Novembro de 1952, é um artista natural da zona rural de Catu, que iniciou sua carreira como artista plástico em 2005, quando tinha 52 anos.

Ed Ribeiro Pintor dos Orixás Em frente ao Teatro Municipal Parte 1

“Quero com isso pedir que todos passem a aceitar a religião de cada um – que tem o direito de seguir a sua religião. A cultura Afro são as forças da natureza, as energias da natureza. Parabéns e Axé para todos!”

Ed Ribeiro – O Pintor dos Orixás

Ed Ribeiro Pintor dos Orixás Em frente ao Teatro Municipal Parte 2

A + 071Notícias

Como denunciar?

Na Bahia, existe o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, vinculado à Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi), que recebe, encaminha e acompanha denúncias.

Elas podem ser feitas por meio do telefone (71) 3117-7448, ou presencialmente pelo endereço Av. Manoel Dias da Silva, nº 2.177 – térreo – Pituba – Salvador/BA. O funcionamento é de segunda à sexta, das 9h às 12h e das 14h às 18h.

Casa da Defensoria de Direitos Humanos também recebe denúncias, por meio presencial, no endereço rua Arquimedes Gonçalves, nº 482, Jardim Baiano, CEP 40050-300. O atendimento acontece de segunda à sexta, das 7h às 16h.

Para uma denúncia remota, a Defensoria da Bahia disponibiliza agendamento online para atendimento por meio do site oficial, além dos telefone 129 ou 0800 071 3121.

Fonte: www.ibahia.com

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários