Em Salvador, ministra Margareth Menezes participa da festa de Iemanjá: ‘louvação ao mar e reverência à nossa ancestralidade’

Ministra acompanhou governador da Bahia no local. Procissão marítima para levar o presente principal terá início às 16h, na Praia do Rio Vermelho. Festejos foram iniciados com alvorada às 5h.

Fonte: g1.globo.com

Após dois anos sem participação do público, por conta da pandemia de Covid-19, a Festa de Iemanjá, volta a ser realizada nesta quinta-feira (2), em Salvador. Desde a noite de quarta-feira (1), baianos e turistas já celebram a orixá das águas salgadas no bairro do Rio Vermelho. Logo após às 6h, a ministra da Cultura Margareth Menezes visitou o barracão onde os presentes para Iemanjá são recolhidos para serem entregues no final da tarde em mar aberto.

Margareth Menezes participa da festa de Iemanjá em Salvador — Foto: Max Haack/Ag.Haack


A ministra falou sobre a importância da festa, que em 2023 celebra o centenário da entrega do tradicional presente para a rainha das águas.

“Feliz de poder estar aqui nesse ano que a festa completa 100 anos. É um momento muito especial para todos nós. É uma louvação ao mar necessária para um país que tem uma costa tão enorme, como a nossa”, disse.

Jerônimo Rodrigues e Margareth Menezes chegaram cedo na festa do Rio Vermelho — Foto: TV Bahia

“É uma reverência que tem a ver como nossa ancestralidade africana. É uma festa que está na memória e no coração”, disse Margareth.

Militante da causa ambiental, a ministra também falou sobre a importâncias de que os presentes para Iemanjá tenham a preocupação ecologica.

“Sempre jogamos flores no mar. Flores sim, plástico não”, pediu Margareth.

A ministra chegou no Rio Vermelho ao lado do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, e do vice, Geraldo Júnior, além de secretários de estado e outras auturoridades.

Ministra Margareth é cumprimentada em Salvador — Foto: Max Haack/Ag Haack
0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários